Galeria

Despedida

uma caminhada nostálgica

Nos últimos anos os Consultores do Tesouro foram marcados pelos números positivos, fruto de muito trabalho e dedicação de uma carreira que foi reerguida a partir de 2009/2010.

A Nota A (único Estado) emitida pela Capag do Tesouro Nacional, o 1º Lugar do País na Qualidade da Informação Contábil e Fiscal, além da segunda melhor solidez fiscal do país em 2019 são frutos deste desenvolvimento.

Neste cenário, não podemos esquecer-nos dos “precursores” brilhantes que adolesceram na carreira e, por muitos anos (muitas décadas em verdade), lutaram pela estabilidade financeira do estado.

Com este contexto, estamos travando uma luta contra nossas perdas. Uma luta sadia, mas entristecedora. São nossos exteriores de perdas. Perdemos nossos mentores. Não apenas nossos, mas deste Estado.

Perdemos nos últimos anos Consultores legendários como o Francisco de Assis Schwan, o José Rômulo Monjardim, o José Carlos Alves Freitas, o José de Paula Viana, a Claudia Gimenes Rodrigues, o Renato Duia Castello e mais recentemente o Ricardo Silva Volkers.

Iniciamos este ano com mais uma perda, Maria Elizabeth Pitanga Costa Seccadio (a Beth).

Finalmente chegou seu momento tão merecido de desfrutar do descanso por tanto trabalho realizado na SEFAZ, e em especial, na carreira dos Consultores do Tesouro Estadual quando assumiu importante papel importante na diretoria da Associação dos Consultores.

Assim como os demais membros da nata da categoria (no melhor sentido), foram 35 anos de Secretaria da Fazenda, no qual tivemos o privilegio de tê-la – desde os novos concursados (uma luta dela e dos desbravadores da carreira) – como protetora da carreira, com muita dedicação e perseverança. Uma luta incansável.

Assim, com imensa alegria (pela oportunidade de vivenciar uma nova etapa de sua vida), mas muita tristeza (pelo grande vazio que deixará) só podemos agradecer a você Beth e todos os demais (que se sintam igualmente homenageados), por suas competências profissionais e, principalmente, com suas qualidades humanas.

Vocês são o exemplo que permanecerão e permearão a carreira: postura, garra, ética, estudos, exemplo e muita, muita eficiência em prol das Finanças do Estado.

Nosso carinho e nossa gratidão. Muito Obrigado!

Agora nos restam apenas o Marcos Antonio Bragatto e Pedro de Oliveira. Que todos aprendam e ouçam seus valorosos conselhos e sugestões.

Um 2020 abençoado!