Galeria

BOLSONARO  X  GOVERNO BOLSONARO

por Amilcar José Carvalho

A oposição encontrou um canal pelo qual ataca para destruir aos poucos o governo Bolsonaro. Este canal é o próprio Presidente Bolsonaro. O Presidente vem fazendo indicações de pessoas da esquerda para diversos cargos.

Além das indicações equivocadas, Paulo Guedes também vem jogando o desespero pelo ajuste fiscal na frente de tudo. O desespero passa por cima do bom senso e poderá vir em forma de uma nova CPMF ou da reforma administrativa, na qual os funcionários públicos das três esferas de governo são colocados na mesma sacola.

O professor de escola pública agora é marajá; o policial militar estadual é marajá, os profissionais da saúde são grandes marajás...

Duvido que Paulo Guedes tenha convicção disso. Acho que estão comunicando ao povo brasileiro que estão dispostos a cometer injustiças sangrentas contra o funcionalismo público para aliviar o desespero. E após a briga com um dos pilares do governo, o juiz Sérgio Moro, o Pr. Bolsonaro equivocadamente começa a menosprezar o outro pilar, o ministro Paulo Guedes.

O governo Bolsonaro vem fazendo mudanças profundas no Brasil e por isso deve ser ainda apoiado. Mas acho que muitos apoiadores do Pr. Bolsonaro já rezam para aparecer outro candidato de direita que manterá a política econômica liberal atual, mas sem esse apoio à esquerda que o Pr. Bolsonaro vem fazendo.

Esse ano de 2020, devido à pandemia, está perdido e prejudicará o ano de 2021.

Ora, o governo Bolsonaro só irá até 2022. Então os números da economia ao final do governo muito provavelmente serão inferiores aos do governo Lula. Mas neste momento é que devemos refletir sobre os grandes equívocos que ocorrem se analisarmos apenas os resultados sem investigar de que forma os números foram alcançados.

Além disso, temos que considerar as mudanças qualitativas que vêm sendo implantadas na economia brasileira, como as finalizações de importantes obras iniciadas em governos anteriores, como a transposição do Rio São Francisco, levando água ao sertão nordestino e também algumas rodovias que antes estavam repletas de lama e de buracos, agora estão muito bem asfaltadas. Parabéns ao Ministro Tarcisio Freitas, Ministro da Infraestrutura.

Na mesma linha, Paulo Guedes vem invertendo a lógica na economia brasileira: o tamanho do estado vem sendo reduzido para dar espaço aos investimentos privados, como será feito também no marco regulatório do saneamento básico que atenderá a milhões de brasileiros.

Apesar de todas essas mudanças qualitativas, o Pr. Bolsonaro insiste em dar espaço à esquerda aceitando o risco de jogar fora todas essas mudanças. É importante o eleitor de Bolsonaro estar ciente da realidade e poder fazer a escolha certa em 2022: a política econômica atual deve ser mantida no próximo governo.

O ideal para os eleitores do Pr. Bolsonaro será ter em 2022 um candidato que manterá a política econômica e que não abrirá espaços para a esquerda no seu governo.

 

foto: https://brasil.elpais.com/brasil/2019/08/13/opinion/1565648323_558328.html